Como evitar retrabalho na metrologia?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre metrologia, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Vanessa Prado

Vanessa Prado

Como o próprio nome já deixa bem claro, retrabalho é refazer uma atividade que já foi realizada. Esse retrabalho pode ser gerado por diversos motivos, e em se tratando de metrologia, o retrabalho pode acontecer em diversas etapas do processo, como por exemplo, no gerenciamento dos instrumentos e na emissão de certificados de calibração. 

Sendo a Metrologia uma ciência da medição, com foco principal prover confiabilidade, credibilidade, universalidade e qualidade às medidas, é notória a sua importância para a qualidade dos produtos que são disponibilizados para comercialização.  

Em um cenário onde o nível da capacidade de sobrevivência e crescimento é medido pela competitividade podemos considerar que a Metrologia e a Qualidade estão diretamente relacionadas e juntas podem elevar ou rebaixar o nível de excelência de produtos, serviços e da organização como um todo. 

Nem sempre refazer significa retrabalho!

Refazer uma atividade que já foi realizada será considerado como retrabalho, caso o resultado planejado não tenha sido atingido da primeira vez. Por outro lado, quando visamos uma melhoria no processo ou no produto, geralmente, é necessário refazer (fazer de novo) até que se alcance o resultado desejado.  

Quais as consequências do retrabalho em um produto que já está no mercado?

De um modo geral o retrabalho, além da perda de tempo, pode causar a desmotivação profissional do colaborador que precisa fazer tudo novamente, e em se tratando de medição o retrabalho, ainda, pode gerar consequências mais graves para a organização. Conheça algumas:

  • Queda de produtividade – o atraso na produção em processo e das próximas entregas, devido aquele projeto que demorou mais tempo do que o planejado. 
  • Aumento nos custos – Retrabalho pode significar custo em dobro, pois serão mais profissionais em horário de trabalho, mais tempo utilizando equipamentos e ainda mais materiais. 
  • Multas – como por exemplo, as aplicadas pelo INMETRO às empresas que comercializam produtos com peso inferior ao peso bruto informado na embalagem.
  • Queda na confiabilidade – atividades que requerem retrabalho colocam o processo e sua gestão em dúvida. Com isso, surge a dúvida mais básica e mais importante ao mesmo tempo: Será que a medição está confiável? Essa dúvida, por si só, gera o pior dos sentimentos: a desconfiança sobre algo.
  • Insatisfação dos clientes – o retrabalho pode gerar atrasos nas entregas, queda na qualidade do produto ou do serviço

Como evitar retrabalho?

Como dito, é desmotivador retrabalhar algo que você já dedicou seus esforços e tempo para realizar. E, realmente, retrabalho significa que houve algum desvio, seja no processo, algo realizado fora do procedimento, uma não conformidade, uma falha de gestão, entre outras causas negativas. 

Para evitar o retrabalho, vou citar algumas dicas simples e muito práticas sob o ponto de vista da Qualidade aliada à metrologia. Vejam algumas delas:

  1. Competência: procure focar nas especialidades de cada colaborador e nos conhecimentos que cada um precisa adquirir. Sabemos que a metrologia é uma área altamente técnica. Quanto maior for o conhecimento específico e técnico dos seus colaboradores para a função que desempenham, menores serão as chances de erros que geram retrabalho.
  2. Mentalidade de riscos: a norma 17025:2017 trouxe consigo (assim como em outras normas ISO de gestão) a mentalidade de riscos. Conscientizar todo o seu pessoal na mentalidade de risco, uma vez que os riscos estão presentes em nosso dia a dia. Uma equipe consciente e com conhecimento sobre os riscos das suas atividades e do seu processo evitam as não conformidades (as quais geralmente geram retrabalhos) e “surfam na onda” da atuação de forma preventiva evitando o problema. Caso você faça uso de laboratórios terceirizados, procure aqueles que estão engajados com a mentalidade de riscos.
  3. Planejamento: não basta ter um planejamento, é preciso segui-lo e cumpri-lo. Principalmente no tocante ao planejamento de calibração, de manutenção de instrumentos e equipamentos, de verificações de instrumentos de medição e quanto à avaliação de fornecedores de serviços de calibração.
  4. Gestão: a norma ISO 10012 – Sistema de gestão de medição pode ser utilizada como referência para implementação de requisitos que o aproxima de aspectos importantes como indicadores, pessoas, incerteza, especificações e comprovação metrológica.
  5. Automatização: utilize a tecnologia para melhoria dos processos. Ainda que muitas empresas ainda adotem as planilhas e controles manuais, sabemos que essas práticas são mais vulneráveis e dependem de mais tempo das pessoas. A utilização de um software colabora para evitar retrabalhos, principalmente quando à emissão de certificados evitando a falta de qualquer informação obrigatória (por norma ou requisito do cliente); por meio da emissão de relatórios personalizados é possível evitar tomada de decisões baseada em dados errados, insuficientes ou incompletos.

A automatização proporciona o gerenciamento de instrumentos de maneira que você saiba, a qualquer momento, onde e com quem está determinado instrumento com controle do prazo de devolução para evitar a perda de prazo de calibração.

Além disso, o retrabalho e a perda de tempo também podem ser evitados com a automatização do controle de vencimentos de calibração, critérios de aceitação e a pronta informação sobre o histórico do instrumento, assegurando a rastreabilidade.

Automatizar o campo da metrologia é estar todos os dias preparados para uma auditoria!

Embora o conhecimento técnico seja fundamental no que diz respeito à metrologia, é possível aliar as dicas aqui trazidas para ampliar a visão técnica para uma visão de gestão. Aí, na sua empresa, como estão abordando esses assuntos? Conta para nós aqui nos comentários.

 

Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em http://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

Sobre o autor (a)

1 comentário em “Como evitar retrabalho na metrologia?”

Deixe um comentário

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Publicidade

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

Qualicast

Nosso canal no Youtube

Planejamento Estratégico - Parte 02Planejamento Estratégico transmitido 21 de jan de 2021.