Intervalo de calibração não é apenas um número.

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre metrologia, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Neville Fusco

Neville Fusco

Um problema recorrente que percebo nas indústrias, laboratórios ou prestadores de serviços que realizam calibração de seus instrumentos é a necessidade de definir um intervalo de calibração. Perguntas como: Você conhece uma norma para o intervalo de calibração? Qual o melhor intervalo a considerar para a calibração dos meus instrumento? Você tem alguma planilha com intervalos de calibração? São frequentes, indiferente do tamanho da empresa ou do número de instrumentos de medição.

Mas existe um número mágico para representar os intervalos para calibração dos meus instrumentos de medição? Infelizmente não, pois o  intervalo ideal de calibração não pode ser um número fixo que utilizo para sempre.

Neste artigo vou explicar um pouco sobre o que é o intervalo de calibração, sua importância para o negócio e dar algumas dicas sobre como definir intervalos de calibração.

Entendendo seu processo de medição

O primeiro ponto que precisamos entender é que o instrumento de medição é um elemento do processo de medição, sim medição é um processo – ver norma ABNT NBR ISO10012. Nesse contexto não podemos pensar somente no instrumento para definir um intervalo de calibração.

É necessário olhar a medição como um processo para conseguirmos avaliar os impactos na qualidade de produtos e processos, e possíveis problemas que podem afetar o resultado da medição, desgastar o instrumento de medição, gerar um uso inadequado do instrumento de medição, a adequação do método de medição e as condições ambientais

Essas condições variam de empresa para empresa, de processo para processo, ou seja, posso ter uma balança na produção e uma balança no laboratório de controle de qualidade com intervalos de calibração completamente diferentes, mesmo sendo o mesmo tipo de instrumento de calibração

O entendimento da medição como um processo, seus elementos e o impacto na qualidade de medição são entendimentos fundamentais para a definição de um intervalo de calibração inicial, considerado a qualidade dos resultados, os custos e a complexidade dos métodos de calibração.

O intervalo inicial e o histórico de calibração

Uma referencia muito interessante que fala sobre intervalo de calibração é o documento ILAC G24 ou OIML D10, elaborado pela OIML (Organização Internacional de Metrologia Legal) e ILAC (International Laboratory  Accreditation Coorporation)

Este documento traz duas abordagens para determinação do intervalo de calibração: o intervalo inicial e o histórico de calibração. Após a obtenção de um histórico de calibrações, o documento sugere 5 métodos para alterar o intervalo de calibração de forma adequada e tecnicamente válida.

Vale ressaltar que alterar um intervalo de calibração somente para reduzir custos com calibração é um problema muito sério e um erro grave, que pode custar muito mais caro no médio e no longo prazo.

Desconhecer o erro dos seus instrumentos de medição, ou não acompanhar a evolução desse erro ao longo do uso pode produzir problemas indesejáveis, tais como: aumento de retrabalhado, baixa de produtividade, diminuição da qualidade dos processos e produtos, acoes corretivas ineficazes, enfim tempo e dinheiro desperdiçados sem a empresa perceber ou quando percebe já é tarde demais.

Para a definição de um intervalo inicial de calibração, ou seja, você ira começar a realizar calibrações em seu processo, o guia do ILAC e OIMLA recomenda que você considere pelo menos os seguintes itens:

  • Informação do fabricante
  • Recomendações de normas ou regulamentos técnicos públicos do instrumento de medição ou instrumentos similares
  • Severidade de uso
  • Precisão requerida da medição
  • Erro máximo permissível
  • Ajustes realizados no instrumento de medição
  • Influências da grandeza medida no instrumento de medição

Com o primeiro intervalo de calibração definido de forma adequada é recomendado  obter um histórico de pelo menos 3 calibrações para realizarmos uma analise do intervalo e sugerir mudanças no intervalo a fim de obter um intervalo ótimo, considerado riscos a qualidade e custos para o negócio.

Alterando o intervalo

Com um histórico de calibração em mãos, podemos começar a pensar em melhorar os intervalos entre as  calibrações, otimizando tempo, custos e resultados. Podemos utilizar métodos mais simples, como o primeiro método recomendado pelo ILAC G24 ou métodos mais complexos como o método de Schumacher.

O método 1 proposto elo ILAC G24 é um método simples, chamado de ajuste automático ou “staircase”. Nesse método é utilizado um fator de aumento ou redução do intervalo de calibração através da comparação dos dados da ultima calibração com os valores de erros máximos permitidos para o instrumento de medição.

O método de Schumacher é um método mais robusto, com base estatísticas que considerar pelo menos as informações e resultados das ultimas 3 calibrações realizadas. A partir dessas informações um novo intervalo de calibração é proposto, podendo aumentar ou diminuir o periodos das calibrações dependendo do histórico de resultados.

O uso de tecnologias e sistemas que permitam gerenciar esse histórico de resultados de calibração, informações de aprovação ou reprovação, e posterior avaliação do intervalo, por exemplo pelo método de Schumacher pode ajudar muito as empresas a focar no que interessa para o negócio, reduzir custos e definir intervalos de calibração ótimos.

O intervalo de calibração não é um numero mágico e fixo. Essa informação integra seus processos de medição e consequentemente a qualidade de produtos e processos. Ele precisa ser avaliado criticamente e alterado quando necessário visando melhores resultados, menores custos e ganho de produtividade.

Baixe o e-book com o Método schumacher. 

Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em https://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Publicidade

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

Qualicast

Nosso canal no Youtube

Planejamento Estratégico - Parte 02Planejamento Estratégico transmitido 21 de jan de 2021.