ABNT NBR ISO/IEC 17025:2017 – Item 8.8 Auditorias Internas

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade
metrologia, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Neville Fusco

Neville Fusco

Neste artigo quero apresentar um amplo panorama a respeito das auditorias internas na ISO 17025. A norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 é a principal referência para o estabelecimento de um sistema de gestão em laboratórios de calibração e ensaios.

Esta norma tem como objetivo estabelecer um sistema de gestão consistente. Assim, ajudando o laboratório a operar de forma concreta e fornecendo resultados válidos e confiáveis aos seus clientes.

Um dos requisitos mais importantes da ABNT NBR ISO/IEC 17025 é o item 8.8 Auditoria Interna. Quando realizado de forma adequada e séria, a realização da auditoria interna pelo laboratório pode auxiliar de forma significativa a gestão e os resultados.

Por isso, vamos comentar ao longo do texto sobre o item 8.8 da ABNT NBR ISO/IEC 17025, sua importância, desafios e benefícios.

O que diz o item 8.8 da ISO 17025?

O requisito 8.8 da norma determina a necessidade de que o laboratório estabeleça um programa de auditoria. Além disso, ele deve ser capaz de prover informações sobre seu sistema de gestão, tais como:

  • O sistema de gestão está conforme aos requisitos do próprio laboratório, incluindo as atividades de laboratório (calibração, ensaio ou amostragem). Ou seja, os procedimentos, instruções e registros estão sendo seguidos e realizados de forma adequada.
  • O sistema de gestão está conforme aos requisitos da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025.
  • O sistema de gestão está devidamente implementado e é mantido de forma eficaz.

O que é uma auditoria interna?

A auditoria interna também é conhecida como auditoria de primeira parte. É uma auditoria realizada pelo laboratório para avaliar seu sistema de gestão, em toda a extensão do seu escopo de serviço.

A norma ABNT NBR ISO 19011 – Diretrizes para auditorias de sistemas de gestão define o conceito de auditoria como:

“processo sistemático, independente e documentado para obter evidência objetiva e avaliá-la objetivamente, para determinar a extensão na qual os critérios de auditoria são atendidos”.

O principal objetivo de uma auditoria interna é avaliar como os processos e resultados de um laboratório, executados e gerados em suas rotinas diárias, são realizados. E qual o nível de completude em relação aos requisitos da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 e dos seus próprios procedimento e instruções.

Em acordo com o requisito 8.8 da ABNT NBR ISO/IEC 17025 o laboratório deve:

– Planejar, estabelecer, implementar e manter um programa de auditoria, incluindo a frequência, métodos, responsabilidades, requisitos para planejar e o relato, que deve levar em consideração a importância das atividades de laboratório concernentes, mudanças que afetam o laboratório e os resultados de auditorias anteriores.

Benefícios da auditoria interna na ISO 17025

Uma auditoria interna realizada de forma consiste, séria e seguindo as recomendações da ISO 19011 pode trazer diversos benefícios para o laboratório, entre eles:

Conformidade com a norma

Evidência de atendimento aos requisitos da ISO 17025 e a confiança na efetividade do sistema de gestão. Bem como facilitar o processo de acreditação junto ao CGCRE (Coordenação Geral de Acreditação).

Melhoria contínua

Pode ajudar na identificação de potenciais fraquezas do sistema de gestão, gerando melhorias nos processos e na confiabilidade dos resultados gerados pelo laboratório.

Redução de riscos

Outro aspecto relevante de uma auditoria interna é que ela pode ajudar a reduzir ou mitigar riscos relacionados a operação, imparcialidade ou as atividades do laboratório.

A identificação de potenciais não conformidades ou impactos indesejados ao negócio durante a auditoria auxilia na tomada de ações preventivas. Também contribui para a redução de potenciais problemas para a operação e resultados do laboratório.

Eficiência operacional

A análise final dos registros da auditoria e possíveis não conformidades encontradas pode auxiliar na melhoria da visão sistêmica dos processos e suas interações. Isso pode contribuir para promover melhora na efetividade, eficiência e eficácia da operação do laboratório e tornando seu sistema de gestão mais robusto e capaz.

Como realizar uma auditoria interna eficaz?

Como podemos realizar uma auditoria interna de forma adequada e que realmente ajude o laboratório a melhorar seu sistema de gestão?

Além de atender ao requisito 8.8 da ISO 17025 em sua integridade, uma boa prática é conduzir a auditoria interna em acordo com as recomendações da ISO 19011.

Esta norma é um guia e fornece orientações para todos os tamanhos e tipos de organizações e auditorias de variados escopos e dimensões.

Desafios comuns na auditoria interna

Realizar uma auditoria interna de forma a produzir resultados que realmente promovam impactos positivos no laboratório não é uma tarefa fácil. São diversos os desafios que um laboratório pode enfrentar. Abaixo apresento alguns exemplos:

Recursos limitados

Em muitos casos, os laboratórios contam com uma equipe pequena e que não possui a qualificação adequada para a realização de uma auditoria interna.

Envolvimento da equipe

A equipe do laboratório precisa estar envolvida no processo e engajada na busca de evidências, bem como entender a importância da realização de uma auditoria interna.

Acompanhamento de ações corretivas

Após a realização da auditoria e identificação das não conformidade é necessário acompanhar a execução das ações corretivas. Este acompanhamento deve buscar garantir a eficácia e completude.

Resistência à mudança

Um dos maiores desafios é a resistência à mudança de processos que todos nós temos. Na maioria dos casos é muito importante alinhar com a equipe o que será feito e qual o impacto das mudanças necessárias identificadas durante o processo de auditoria.

Uma boa conversa esclarecendo os benefícios e melhorias pode auxiliar muito na resistência as mudanças necessárias.   

Conformidade e competência: a importância das Auditorias Internas na ISO 17025

Realizar uma auditoria interna é muito mais do que atender ao requisito 8.8 da ABNT NBR ISO/IEC 17025. É prover confiança e competência a operação do laboratório.

A auditoria interna é a principal ferramenta que um laboratório possui para ter uma visão geral do seu sistema de gestão. Este instrumento também ajuda a confirmar sua adequação e efetividade em relação aos seus procedimentos e a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025.

E você caro leitor, como tem feito com suas auditorias internas?

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

Blog da Metrologia

Artigos relacionados

Publicidade

Banner vertical - webinar seja auditor

Qualicast

Qualicast