O que considerar sobre certificado de calibração de instrumentos de medição?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre metrologia, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Luccas Castorini

Luccas Castorini

Como já citei aqui no Blog da Metrologia a célebre frase pronunciada pelo médico e físico suíço-alemão Pacelso “a diferença entre o remédio e o veneno está na dose”.

Com isso, quero dizer que problemas podem ser evitados se equipamentos ou instrumentos de medição (exemplos: balanças, trenas, paquímetros, vidrarias entre outros) forem calibrados, para garantir a confiabilidade do que está sendo medido.  

Para comprovar a realização de uma calibração, existe um documento chamado Certificado de calibração, o qual é emitido por um laboratório competente de acordo com padronizações da norma NBR ISSO/IEC 17025:2017 certificando o estado atual do dispositivo de medição. 

No Brasil existem aproximadamente 461 laboratórios de calibração, que estão acreditados na norma ABNT NBR ISO/IEC 17025: 2017 (Rede Brasileira de Calibração – RBC).  Esses laboratórios podem emitir certificados de calibração de  instrumentos de medição ou equipamentos, de forma física, no qual esse certificado pode apresentar o resultado de todas as etapas de vários processos e trabalhos realizados pelos diferentes setores do laboratório, ou seja, o certificado de calibração é seu produto final. 

Por meio do certificado de calibração, é possível mostrar ao cliente a situação de um determinado equipamento ou instrumento de medição, auxiliando na decisão de substituição ou manutenção desse instrumento ou equipamento. 

O que é necessário para que meu laboratório consiga emitir um certificado? 

Seu laboratório deve ser acreditado e credenciado pelo Inmetro e participante da Rede Brasileira de Calibração (RBC), somente dessa maneira seu laboratório poderá emitir um certificado válido de calibração. Se caso, você for um usuário, que deseja utilizar o serviço de um laboratório, você pode consultar a lista de laboratórios credenciados em: http://www.inmetro.gov.br/laboratorios/rbc/  

O que deve constar em um certificado de calibração?

Conforme já comentado em um dos artigos escritos pelo Jeison aqui no Blog da Qualidade, a NBR ISO/17025 determina no item 7.8 – Requisitos de Resultado,  os requisitos mínimos que um certificado de calibração deve apresentar. Nele são listadas as generalidades, itens comuns e específicos à relatórios de ensaios, certificados de calibração de instrumentos ou amostragem. Destaco aqui, os requisitos mínimos trazidos pela norma NBO ISO/IEC 17025:2017:

  • Título – “Certificado de calibração”, por exemplo.
  • Nome e endereço do laboratório e o local onde as calibrações foram realizadas.
  • Identificação única do certificado de calibração. Em cada página uma identificação que confirme ser parte integrante de um determinado certificado e clara identificação do final do documento.
  • Nome e endereço do cliente.
  • Identificação do método utilizado
  • Identificação do instrumento calibrado.
  • Data da realização da calibração.
  • Resultado da calibração com as unidades de medida
  • Nome, função e assinatura ou identificação equivalente da pessoa autorizada para emissão do certificado de calibração.
  • Declaração de que os resultados se referem somente aos itens calibrados.
  • Condições ambientais em que foi executada a calibração.
  • Declaração da incerteza da medição
  • Evidência de rastreabilidade

Um laboratório que apresenta as informações de um certificado de calibração de instrumentos de medição ou equipamentos completo e organizado passa confiança ao seu cliente final e reflete uma empresa com um processo robusto.

A prevenção de riscos dentro de um laboratório é também um dos fatores que eleva o nível de confiabilidade e qualidade do laboratório, uma vez que estarão internamente tratando de riscos que possam impactar o atendimento ao cliente, como, por exemplo falta de insumos, falta de pessoal treinado para avaliação de uma determinada técnica, atrasos em entrega de serviços, em casos mais graves, considera-se inclusive a ocorrência de um incêndio.

O fato é que os laboratórios devem estar preparados para reagir no menor tempo possível quando ocorrer algum evento que coloque em risco a qualidade e entrega do seu produto final, no caso, o certificado de calibração.

Mas vale lembrar que isso vale tanto para laboratórios terceirizados quanto para organizações que possuem um laboratório interno para realização das calibrações.

Softwares voltados para Gestão de riscos e Certificados de calibração, como o Risks e MyLogical colaboram para que os profissionais da área estejam voltados para entrega de um resultado altamente confiável dos seus certificados de calibração de instrumentos de medição e a gestão seja feita de forma automatizada.

Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em http://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Publicidade

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

Qualicast

Nosso canal no Youtube

Planejamento Estratégico - Parte 02Planejamento Estratégico transmitido 21 de jan de 2021.